Morro de São Paulo: Volta a Ilha

Ou o dia em que nada ia dar certo!

Como dissemos, quando fechamos os passeios com a Rota Tropical, ainda no Rio de Janeiro, a Andrea nos disse que quando fôssemos trocar os e-voucher’s pelos voucher’s poderíamos alterar as datas dos passeio. Dessa forma, quando chegamos na agência da Rota Tropical, a Andrea nos indicou mudar o passeio de volta a Ilha para o nosso quinto dia na ilha, já que segundo a tábua de marés neste dia a maré estaria boa para vermos as piscinas naturais. Então, mudamos do segundo dia para o quinto dia. Só que nesse meio tempo, resolvemos mudar novamente, dessa vez, para o sexto dia, porque tínhamos um outro passeio que seria melhor no quinto dia.

Enfim, no nosso quinto dia no Morro de São Paulo o clima não estava apropriado para o passeio que queríamos  Então, levantamos cedo, tomamos um ótimo café da manhã e saímos correndo para a agência da Rota Tropical para tentar voltar o passeio do sexto para o quinto dia novamente. Não houve problema algum. Eles mudaram o passeio porque ainda havia vaga na lancha e nós fomos direto para a Terceira Praia de onde saí a lancha.

O horário de saída do passeio era às 9h30min, por responsabilidade da agência Puro Prazer. Quando foi às 9h45min, a recepção da agência começou a fazer a chamada dos passageiros. O barqueiro começou a dar algumas instruções e nós só fomos subir no barco às 10h20min. Nós achamos que as instruções poderiam ter sido dadas na lancha para ganharmos tempo. Ainda teve o detalhe da  lancha estar no meio do mar, a água vinha um pouco acima da cintura e para chegarmos até ela tínhamos que ir andando, algumas pessoas ficaram com medo e/ou tinham malas grandes e pesadas com elas. Tudo isso atrasou ainda mais a partida.

Quando finalmente achamos que o passeio ia começar, com quase 1 hora de atraso para o horário marcado, o barqueiro deu a partida na lancha e ela não ligou. Ele tentou por algumas vezes até que ele decidiu ligar pra trazerem outra lancha. Para finalizar, trocamos de lancha e saímos com 1h30min de atraso.

Aluguel de carro

O Passeio
O Passeio de Volta a Ilha conta com visita às piscinas naturais de Moreré e/ou Garapuá e as ilhas vizinhas, Boipeba e Cairú. O roteiro tradicional começa com o embarque por volta das 9h30 na Terceira Praia, após uma breve explicação sobre os detalhes do passeio.

A primeira parada ocorre nas piscinas naturais de Garapuá e/ou Moreré, durante 50 minutos. O tempo pode ser dividido entre as duas piscinas ou pode ser gasto em apenas uma delas, dependendo das condições da maré no dia do passeio. Nessas piscinas é possível praticar mergulho com máscara de snorkel. Após os mergulhos nas piscinas naturais, a lancha segue para a Praia de Cueira, em Boipeba, onde há uma caminhada opcional até a Praia de Boca da Barra. Os interessados em fazer a caminhada devem desembarcam na praia, enquanto os demais são levados de barco até a praia.

Ilha de Boipeba

Ilha de Boipeba

A caminhada é feita com acompanhamento de guias locais de Boipeba, que cobram por isso, passando pela Praia de Tassimirim e seguindo para um trecho de caminhada pela Mata Atlântica, repleto de árvores nativa e que passa por propriedades particulares e pelas praias das Pedrinhas e do Outeiro. Ao chegar à Boca da Barra há várias opções de restaurantes para o almoço.

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (2)

Ao sair da Boca da Barra, inicia-se a navegação pelo Rio do Inferno. A parada seguinte é no criatório de ostras de Canavieiras, onde todos têm a oportunidade de degustar ostras cruas e/ou gratinadas em pequenos restaurantes flutuantes.

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (3)

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (4)

A etapa final do passeio é a visita à Cairu, município ao qual pertence Morro de São Paulo. Após uma breve caminhada pelo povoado, acompanhada de guias locais que apresentam algumas construções históricas, chega-se ao Convento de Santo Antonio, construído em 1654 e aberto para visitação. A chegada ao porto de Morro de São Paulo acontece por volta das 17 horas.

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (7)

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (8)

Nossa experiência
Depois do atraso para a saída da lancha, fomos em direção a piscina natural de Garapuá. A maré já não estava tão baixa e a água muito mexida. Até fizemos um pouco de snorkel, mas mais uma vez não vimos nenhum peixe. Quando todos subiram a lancha o barqueiro disse que por conta da maré alta não iríamos a próxima piscina natural de Moreré. Da piscina natural de Garapuá, fomos direto para a Praia de Cueira. A proposta era que quem desejasse poderia descer e ir andando com os guias da Praia até a Praia de Boca da Barra. Só que nesse percurso a chuva resolveu cair.

A chuva desanimou o passeio e ninguém desceu da lancha. Todos nós fomos diretos para a Boca da Barra almoçar. Quando chegamos lá, fomos ao restaurante indicado pelos barqueiros. Eles nos informaram que eles fazem um rodízio de indicação dos restaurantes para que todos consigam ter renda. Achei essa forma bem interessante para todos. Tivemos um excelente almoço e nos dirigimos a continuação do passeio.

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (6)

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (5)

Seguimos para a navegação pelo Rio do Inferno e fizemos a parada no criatório de ostras de canavieiras. Não tínhamos como não provar as ostras. Como elas tinham uma cara meio esquisita a nossa opção foi pela porção de seis ostras gratinadas. As ostras gratinadas com queijo e orégano são muito gostosas e ainda dizem que são afrodisíacas. No fim, aproveitei para provar uma crua, mas consegui apenas uma com a dona do restaurante porque a porção de doze era muito.

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (9)

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (11)

A última parada foi a visita ao município de Cairu. Nós decidimos que não queríamos seguir o guia que estava no porto. Então, fizemos o caminho contrario dele. Primeiro passamos na Igreja que fica na parte mais alta e depois fomos ao Convento, que também não entramos.

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (10)

morro_de_sao_paulo_volta_a_ilha (12)

Como vocês podem ver, o nosso passeio não foi exatamente como esperávamos. O atraso da agência, a quebra do barco e a chuva nos atrapalharam, um pouco, a ter um belo passeio. Como este, aparentemente, é um dos passeios mais importantes da ilha nós até cogitamos a possibilidade de fazermos ele novamente. Nos ainda tínhamos dois dias inteiros na Ilha e se tudo desse certo no último passeio programado ainda teríamos um dia livre.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Dados Financeiros:
Passeio: R$ 65,00 por pessoa
Restaurante: R$ 95,00
Cocada: R$ 5,00
Ostra e coca: R$16,50

Viagem realizada em Julho de 2013.

LEIA MAIS:
Morro de São Paulo: Trilha de Garapuá – caminhando ou de carro?
Morro de São Paulo: Mergulho de Cilindro
Morro de São Paulo: Ponta do Curral

Posted in AMERICA DO SUL, BAHIA, BRASIL, MORRO DE SÃO PAULO and tagged , , , , , , , , , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *