Santa Rita do Jacutinga: Cachoeira do Pacau

Uma das trilhas muito bem indicadas pelo Glayson, do centro de informações turísticas foi a da Cachoeira do Pacau. Ele nos disse que a cachoeira valia muito a pena, mas nos aconselhou a irmos com um guia nessa trilha, pois, segundo ele, para chegar até a cachoeira a mata era mais fechada.

Cachoeira do Pacau

Cachoeira do Pacau

Por esse motivo, na noite anterior a esse passeio, entramos em contato com um guia credenciado indicado pelo responsável pelo Centro de Informações Turísticas de Santa Rita de Jacutinga. Nós marcamos com ele as 9 horas da manhã, pois queríamos fazer a trilha na parte da manhã e na parte da tarde ir a Fazenda Santa Clara. Chegamos ao centro de informações turísticas na hora marcada e o guia já se encontrava lá.

Saímos em direção a Cachoeira do Pacau, mas antes havia uma parada. Aproximadamente, no Km 12 da estrada, pegamos uma entrada a direita, seguimos mais 1 km e chegamos na Cachoeira Vargem do Sagrado. Nesta parada, apenas descemos do carro e tiramos algumas fotos. Segundo o guia, a cachoeira se encontra numa propriedade privada, por esse motivo, o dono cobra R$ 2,00 para entrar e tomar banho. Como éramos apenas nós dois e o passeio seria apenas de meio dia, resolvemos que aproveitar a atração principal, a Cachoeira do Pacau, seria melhor do que perder um tempo nessa pequena “amostra grátis”. Portanto, voltamos para a pista e na altura do Km 20 paramos para começar a trilha da Cachoeira do Pacau.

Aluguel de carro

Nesse momento, eu percebi que para essa trilha um guia credenciado faz diferença. O local de acesso a trilha se inicia na beira da pista. Portanto, o guia sabia exatamente onde devíamos deixar o carro, além de o local de uma fonte de água natural para reabastecermos as garrafas, caso fosse necessário, e depois começarmos o caminho.

Cachoeira Vargem do Sagrado

Cachoeira Vargem do Sagrado

O caminho até a Cachoeira do Pacau é feito por uma mata razoavelmente fechada. Levamos, aproximadamente, 20 minutos para descer e uns 15 para subirmos na volta. A trilha não é difícil, mas por causada da mata fechada, se não conhecer bem o local é possível se perder. O nosso guia nos disse que já encontrou pessoas perdidas enquanto descia com outro grupo.

Cachoeira_Pacau_Santa Rita de Jacutinga

Quando chegamos na base da cachoeira vimos que todo o esforço vale a pena. A cachoeira é ótima e enorme, são aproximadamente 90 metros de queda d’água. Primeiro, ficamos lá descansando e apreciando. Depois batemos umas fotos e, por último, vencemos o medo da água gelada e tomamos um belo banho de cachoeira. Acredito que ficamos na cachoeira mais de 1 hora e meia. Minha dica é ou tenham aquelas sapatilhas próprias de mergulho ou andem na cachoeira com tênis, pois as pedras são pontiagudas além de escorregadias.

Na volta para Santa Rita de Jacutinga, paramos ainda no mirante da região. Nele, você consegue perceber ainda mais a dimensão da cachoeira e como a queda d’água é bonita e imponente. Além de fazer pensar que há poucos minutos atrás estávamos embaixo daquele monte de água.

Cachoeira_Pacau_Santa Rita de Jacutinga-6

A cachoeira vista do mirante

Por último, passamos pela Cachoeira do Mendonça. Ela fica entre uma ponte e a continuidade da estrada. Por esse motivo, não pudemos parar, nem mesmo para bater foto. Foi apenas uma passagem.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Dados Financeiros:
Guia: R$ 80,00 o casal – Lembrando que o carro e gasolina foram por nossa conta.

Viagem realizada em Dezembro de 2013.

LEIA MAIS:
Santa Rita de Jacutinga: Cachoeira do Meirelles e Boqueirão
Santa Rita de Jacutinga: Rapel e Igreja do Alto
Santa Rita de Jacutinga: Rapel e Igreja do Alto

Posted in AMERICA DO SUL, AVENTURA, BRASIL, MINAS GERAIS, SANTA RITA DO JACUTINGA and tagged , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *