Peru: um país que é muito mais do que esperávamos!

Foram muitos meses de planejamento. Acho que o nosso primeiro, sim eu tenho 2, guias de viagens do Peru foi comprado no ano passado quando nós ainda nem tínhamos data para essa viagem. E no início deste ano ganhamos mais um numa promoção da Lonely Planet.

O ponto mais importante dessa viagem era conhecer uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno: Machu Picchu. Mas aos poucos fomos descobrindo mais locais que chamavam a nossa atenção. Então, enquanto ainda estávamos apenas planejando a viagem percebemos o quanto o Peru é um destino diverso e com muitas coisas para serem vistas e vividas. Por causa disso, a viagem foi ganhando cada vez mais e mais dias e mais e mais paradas.

Nossa primeira parada no país foi em sua capital: Lima. Nos três dias e meio que passamos na cidade pudemos descansar, já que foi o local de ritmo mais lento. No entanto, já podíamos perceber que mesmo ali havia resquícios das muitas civilizações que se encontravam no Peru antes da colonização espanhola. Pudemos ver algumas ruínas a poucos metros do hotel em que estávamos hospedados. Foi em Lima também que começamos a nos deliciar com a tão prazerosa gastronomia peruana.

Cidade_Lima_Peru

Centro histórico de Lima

Depois de Lima, seguimos para Ica, onde se encontra o Óasis de Huacachina, um lugar que nos encantou por sua beleza no meio do deserto e porque fizemos nossa primeira atividade de aventura na viagem: o sandboard, em dunas bastante grandes. Ainda em Ica, fomos a uma cidade próxima: Paracas. Lá fizemos um tradicional passeio para as Islas Balestas e depois em sua Reserva Nacional repleta de belezas naturais que fez com que ficássemos de boca abertas diversas vezes.

Cidade_Ica_Peru

Óasis de Huacachina

Cidade_Paraca_Peru

Islas Balestas

Em Nazca não fizemos apenas o tradicional vôo sobre suas famosas linhas. Também fizemos um city tour pelos aquedutos de cantayo e sandboard em Usaka. De Nazca, seguimos para a Cidade Branca, Arequipa. Mais uma vez tivemos experiências gastronômicas muito boas nessa cidade e conhecemos uma área um pouco mais distante da cidade. Além de conhecermos um dos locais com a vegetação mais interessantes que vimos: o Vale del Colca. A única coisa que nos arrependemos desse passeio é não ter feito o trekking de 3 dias, mas também não sei se o nosso estado físico aguentaria.

Linhas de Nazca

Linhas de Nazca

Mirador de Arequipa

Mirador de Arequipa

De Arequipa fomos em direção a Puno, o destino mais frio de toda a viagem. Em Puno, não fizemos apenas o tradicional passeio a Uros e Traquille que a grande maioria dos viajantes fazem. Nós escolhemos o passeio de 2 dias que além desses dois destinos inclui passar a noite na Ilha Amantani, dormindo na casa de moradores. Lá foi o local onde vimos um pôr do sol incrível, depois de uma subida de mais de 4.000 metros acima do nível do mar.

As mulheres de uma das muitas Islas Uros

As mulheres de uma das muitas Islas Uros

Deixamos Puno para trás e seguimos em direção a Cusco, a cidade em que ficamos mais tempo. Fizemos muitos passeios a ruínas, nos encantamos com os museus e com os guias nos contando toda a história das culturas pré-incas, incas e a colonização espanhola. Sempre que achávamos que não nos chocaríamos com as construções antigas, lá vinha outra para nos fazer pensar como eles eram inteligentes e como conseguiram construir tudo aquilo sem a tecnologia que temos hoje.

Cidade_Cusco_Peru

Também ficamos muito felizes de ver como o povo peruano ainda mantém muito da cultura inca, como eles respeitam algumas tradições e se preocupam com algumas mudanças baseadas na exploração do turismo. Por exemplo, um de nossos guias pediu para a gente não tirar fotos com os falcões que estão sempre com algum peruano em troca de dinheiro. Ele nos contou que o número de falcões presos tem aumentado e eles não sabem de onde vêem. Ou seja, podem estar sendo retirados de seu ambiente natural e quem sabe, num futuro próximo, podem estar em algum tipo de risco de extinção. Uma outra guia nos pediu para não tirar fotos com as lhamas filhotes que vimos no colo de muitas quechuanas. Ela nos informou que essas pessoas têm deixado de cuidar das lhamas, como faziam antigamente, para viverem apenas do dinheiro ganho através das fotos. Isso tem feito que elas percam as habilidades no campo e levado as lhamas a morrerem antes da idade que seria natural.

Aluguel de carro

Enfim, chegamos ao nosso último destino: Machu Picchu. Não tinha como fechar essa viagem de forma melhor. Lembro que no meio dos 21 dias de viagem o Bruno me disse que ver Machu Picchu não seria mais tão chocante depois de ver todas as ruínas que vimos, depois de ver como os pré-incas e incas eram bons em suas construções. Só que ver Machu Picchu é muito mais que ver qualquer ruína. Machu Picchu é uma cidade perdida, um Vale Sagrado, que nunca foi descoberto pelos espanhóis, não sofreu com mudanças e destruição por parte deles, apenas pelo tempo e natureza. Quando estávamos lá, no fim da tarde, com a cidade inca quase vazia eu só pensava em como era um privilégio poder ver tudo aquilo com meus olhos.

Cidade_aguascalientes_Peru

Machu_Picchu_Peru-22

Machu Picchu

Você ainda tem dúvida que o Peru é um excelente destino?! Tem alguma dúvida que você voltará de lá diferente de como partiu?! Com certeza, você vai deixar o Peru querendo retornar mesmo que você tenha ficado mais de 20 dias, como nós ficamos.

E ai, já ficou com vontade de planejar a sua viagem ao Peru?! Acompanhhe nossos post, eles estão apenas começando.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos do Peru rolando por lá!

Viagem realizada em agosto de 2014.

LEIA MAIS:
Lima: um dia inteiro pelo centro histórico
Peru – Ica, a cidade do sol eterno
Peru: próxima parada – Nazca

Posted in AGUAS CALIENTES, AMERICA DO SUL, AREQUIPA, CUSCO, ICA, LIMA, MACHU PICCHU, NAZCA, PARACAS, PERU, PUNO and tagged , , , , , , , , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

4 Comments

  1. Olá, muito bom os relatos. . Quero visitar o PERU porém as empresas aérieas Latam e Avianca cobram taxa de U$200,00/trcho além da passagem +taxas regulares. Sabem me informar a respeito?

    • Olá, Dilma. Não estava sabendo. Mas acabei de fazer uma simulação aqui e estava com R$ 200 e pouco de taxas. Será que não foi compra de despacho de bagagem que você incluiu? Agora tem que pagar pra despachar, né?

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *