Deserto do Atacama: Pukará de Quitor

Como contei, na volta do nosso passeio de bicicleta pela Garganta del Diablo resolvemos parar nas ruínas da Pukará de Quitor.

Pukara_del_Quitor_Atacama-2

Pukará de Quitor
As ruínas se localizam a 3km de San Pedro, vimos por ali, apenas as pessoas que passavam de bicicleta e excursões de pessoas mais velhas. Nós achamos o lugar bastante interessante.

Pukara_del_Quitor_Atacama-6 Pukara_del_Quitor_Atacama-19

Logo na entrada, há um grande número de placas contando a história do local. Pukara de Quitor foi uma fortaleza pré-ancaica, local da batalha que determinou a conquista espanhola sobre os índios atacameños. Atualmente, as ruínas não estão muito bem preservadas, a sinalização não é das melhores e não é possível entrar em determinadas partes da ruína.

Pukara_del_Quitor_Atacama-21 Pukara_del_Quitor_Atacama-20

Preciso contar a vocês que nós fomos as ruínas de Pukara de Quitor duas vezes. Pois é! A primeira foi no passeio de bicicleta. Nós até ficamos na dúvida se entravamos ou não porque ainda tínhamos um passeio conhecido como Tour Arqueológico e não tínhamos certeza se as ruínas estariam estariam incluídas ou não. Só que elas estavam, então, acabamos indo duas vezes. Vocês podem até pensar que foi uma perda de tempo, mas as duas idas foram completamente diferentes.

Pukara_del_Quitor_Atacama Pukara_del_Quitor_Atacama-18

Na primeira vez, nós subimos a primeira área do sítio arqueológico e quando nos demos conta já não tinha mais para onde subir. Então, quando descemos e fomos dar uma olhada no museu que eles tem, que não é muito interessante, vimos uma segunda subida. Esta sim levava a parte mais alta da fortaleza. Ficamos na dúvida se devíamos subir ou não pois estávamos com horário de entrega das bicicletas se aproximando e tínhamos certeza que a subida seria demorada. Acabamos optando por subir e depois de quase 1 hora subindo ladeiras e degraus nos deparamos com uma vista incrivelmente linda. Além do fato de estarmos num local que era considerado sagrado pelo povo atacameño.

Pukara_del_Quitor_Atacama-15 Pukara_del_Quitor_Atacama-16

Apesar da muita vontade de ver o sol se pôr lá de cima, não pudemos fazer isso por alguns minutos. Primeiro, as ruínas fechavam as 19 horas e os seguranças expulsam as pessoas, segundo a gente tinha que entregar às bicicletas as 18 horas, o que não fizemos e estávamos prontos a pagar algum valor a mais caso nos cobrassem , o que não aconteceu. Por último e mais importante, a gente já tinha visto como são as ruas de San Pedro de Atacama quando escurecem, então, não queríamos correr o risco de estarmos num lugar muito longe do centro, que conhecíamos menos numa escuridão enorme.

Pukara_del_Quitor_Atacama-17

Pukara_del_Quitor_Atacama-11

Pukara_del_Quitor_Atacama-7

Por todos esses motivos apreciamos a vista, mas logo depois começamos a descer as ruínas e seguimos para entregarmos as bicicletas.

Pukara_del_Quitor_Atacama-4 Pukara_del_Quitor_Atacama-5

Na segunda subida, já com o Tour Arqueológico que fizemos com a Ayllu as entradas estavam incluídas, o que foi muito bom, pois já havíamos pagado na primeira vez. Apesar do nosso guia não nos acompanhar no tour, o sitio arqueológico de Pukara de Quitor disponibilizou um guia para nos contar a história do local.

Pukara_del_Quitor_Atacama-8 Pukara_del_Quitor_Atacama-9

Uma das curiosidades que ele nos contou é que a língua dos atacameños, El Kunza, está entrando em extinção porque as pessoas não querem ensinar aos mais novos. Ele nos contou que no inicio era um pouco de medo, já que durante a dominação espanhola muitos atacameños foram mortos apenas por falar sua língua. Atualmente, ele disse que existe um pequeno grupo que ainda sabe a língua, mas não deseja ensinar a muitas pessoas apenas para manter o status.

Pukara_del_Quitor_Atacama-13 Pukara_del_Quitor_Atacama-10

Por curiosidades como essa achamos que a visita ao local por duas vezes foi interessante. Mas é bem possível que você consiga fazer o que fizemos em duas vezes, numa única vez. Basta chegar cedo e fazer a visita ao local com o guia das ruínas e depois subir a trilha maior.

Pukara_del_Quitor_Atacama-12 Pukara_del_Quitor_Atacama-14

O passeio com a bicicleta durou um pouco mais de 6 horas e já começou a nos deixar encantados com as diversas paisagens do Deserto do Atacama. Indicamos o passeio como ambientação, só que nos tivemos algumas sequelas desse tour. No dia seguinte, estávamos completamente doloridos. Achamos que foi um pouco da bicicleta e um pouco da subida, que levou quase 1h e mais uns 40 minutos de descidas.

Pukara_del_Quitor_Atacama-3

Já o passeio arqueológico, que eu ainda vou fazer um post completo, indicamos para quem gosta de conhecer um pouco da história do local. Nós gostamos muito, mas isso vai depender do seu gosto de viagem.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos do Atacama rolando por lá!

Dados Financeiros:
Aluguel de Bicicletas: Tinha de $ CLP 3.000 e $ CLP 4.000 cada uma.
Entrada em Pukará de Quitor: $ CLP 3.000 cada uma – Estudande: $ CLP 2.500

Posted in AMERICA DO SUL, AVENTURA, CHILE, CULTURAL, SAN PEDRO DO ATACAMA and tagged , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *