Chile: Plaza de Armas e Catedral Metropolitana em Santiago

Depois que saímos da casa-museu do Pablo Neruda, a La Chascona, seguimos em direção ao centro de Santiago.

Para ser sincera, eu não são muito fã de centros de cidade. Em nossa viagem a Buenos Aires, em que ficamos 10 dias lá, só fomos ao centro de verdade 1 vez, as outras vezes foram de passagem para algum lugar. Mas como eu tinha lido que o centro é a parte mais antiga e movimentada de Santiago resolvemos que valia a pena conhecer.

Para a nossa surpresa, a Plaza de Armas estava em reforma, então, aquele grande impacto positivo que poderia acontecer, não aconteceu. Mas não pude deixar de notar que o local é arquitetonicamente bastante bonito.

Correio Central em frente a Plaza de Armas.

No centro conseguimos ver como o velho e o novo se encontram lado a lado. Há prédios do século XIX que parecem ter sido deixados ao acaso ao lado de construções altas, brilhantes e talvez inovadoras do século XXI. Ao redor da Plaza de Armas os calçadões sempre estavam cheios de pessoas passando de um lado para o outro e ele contava com inúmeras lojas de roupas e locais de fast-food.

Nos arredores há também os escritórios do governo, o palácio presidencial e o distrito bancário por isso que o local está quase sempre muito movimentado. Já para os turistas, o centro conta com um bom número de atrações. Nós passamos dois dias pelo centro e não conseguimos ir a todos os museus da região. O que pode ser uma boa desculpa para uma segunda ida ao Chile.

Plaza_Armas_Santiago-5

Plaza de Armas
Simbolicamente, a Plaza de Armas é o coração da cidade desde a sua fundação em 1541. Dizem que em épocas coloniais, uma peça central da praça era uma forca. Mas que hoje ela teria sido substituída por uma  fonte em homenagem ao libertador do país, Simón Bolívar. A fonte estaria sob a sombra de mais de cem palmeiras chilenas.

Mas nós não pudemos ver nada disso com nossos próprios olhos porque quando estivemos lá a Plaza de Armas estava envolta por tapumes e em revitalização.

Ao seu redor o que pudemos ver foram seus calçadões repletos de vendedores de pinturas, desenhos, revistas. Além da parte arquitetônica e diversas atrações, entre elas a Catedral Metropolitana.

Catedral Metropolitana
Para aproveitarmos o nosso tempo na região da Plaza de Armas. Nós demos uma passada na Catedral Metropolitana.

Plaza_Armas_Santiago-7

A fachada em reforma.

Plaza_Armas_Santiago-6

A Catedral Metropolitana construída entre 1748 e 1800 tem um estilo neoclássica e bastante encantador por dentro. Sua faixada também estava sendo revitalizada, mas por dentro pudemos apreciar os afrescos e imagens.

Plaza_Armas_Santiago-3

Plaza_Armas_Santiago-2

Dizem que abaixo do suntuoso altar em que os bispos celebram as missas se encontra uma cripta onde seus antecessores estão enterrados.

Plaza_Armas_Santiago

Apesar de ser uma parada interessante, a Catedral não parece ser um local turístico. Não sofremos nenhuma abordagem de guias como sofremos no Peru. Mas também pode ser porque quando chegamos a Catedral estava cheia de fieis assistindo a missa, que já estava próxima do fim.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Viagem realizada em Novembro de 2014.

LEIA MAIS:
Chile: Santiago – Parque Bustamante
Chile: Santiago – Cerro San Cristóbal
Chile: Santiago – Andando de metrô pela cidade

Posted in AMERICA DO SUL, CHILE, SANTIAGO and tagged , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *