Peru: Cuzco, a capital arqueológica das Américas

Finalmente, chegamos na penúltima parada de nossa viagem pelo Peru. E como não poderia deixar de ser, Cusco foi o local onde ficamos a maior parte do tempo. Na verdade, a cidade de Cusco exploramos em 1 dia e meio, os demais dias fizemos tour’s em seus arredores cheios de histórias.Pra entrarmos no clima de Cusco, nesse post vamos falar um pouco desse local, muito mistico do Peru e depois faremos posts específicos sobre cada atração.

Cidade_Cusco_Peru

Qorikancha

Cuzco, Cusco ou Qosq’o
Essa cosmopolita capital inca é repleta de contradições. Suas catedrais rebuscadas de detalhes espanhóis se misturam com os templos incas. Entre os muitos turistas circulam  ambulantes com baldes cheios de bebidas típicas, mulheres de saia e chapéu-coco tradicionais que oferecem água engarrafada às lhamas de estimação e fotos com aqueles pequenos bebês lhamas. Ao lado de ruas não muito refinadas há inúmeras butiques que vendem malhas de alpaca por pequenas fortunas.

Cusco foi a principal cidade do império inca. E hoje é, indiscutível, a capital arqueológica das Américas. Acredito que poucas pessoas deixam de tirar alguns dias para Cusco, principalmente porque se você chegar ao local de avião é indicado ir com calma para se aclimatar. Então, muitas pessoas passam 1 dias explorando a cidade a passos lentos e depois acabam indo ao encontro do Vale Sagrado antes de ir a grande cereja do bolo: Machu Picchu.

Cusco é conhecida por ter o patrimônio mais rico dentro da América do Sul, esse enorme clima cultural da cidade se mistura com a agitação do século 21 e algumas vezes, parece criar um clima meio desconcertante, mas adorado pelos turistas.

Aluguel de carro

História
Segundo a lenda, no século 12, o primeiro inca, que é mesmo que rei, Manco Cápac, recebeu uma ordem do deus Sol, Inti. Ele deveria encontrar um lugar onde pudesse enfiar um bastão de ouro no chão até fazê-lo desaparecer. Assim que foi fundada Cusco, o umbigo da Terra, que viria a ser a capital do maior império das Américas.

A grande expansão do império inca ocorreu nos cem anos antecedentes a chegada dos europeus. Um dos seus fundadores, Pachacútec, tinha uma olhar urbanista sobre a cidade e planejou desenvolver a cidade com o formato de uma puma. Para isto ele desviou rios que atravessavam a cidade, construiu belos prédios, incluindo o famoso templo Qorikancha.

Antes da chegada dos europeus o império se estendia de Quito, no Equador, até o sul de Santiago, no Chile. Entretanto, esse longo império sofria com guerras entre irmãos que disputavam o reino.  Após a chegada dos europeus a guerra civil entre os irmãos foi alterada por lutas entre os europeus e o povo inca. Contudo com a proteção de armaduras e suas espadas de aço, a cavalaria espanhola era praticamente imbatível.

Depois de dominar Cusco, o espanhóis seguiram em direção a nova capital da colônia, Lima. Dessa forma, Cusco logo perdeu importância e tornou-se mais um remanso colonial. Todo o ouro e a prata sumiram, muitas construções incas foram derrubadas para acomodar igrejas e casas coloniais.Tudo isso nós vimos em alguns vídeos que são expostos em centros culturais em Cusco e ouvimos de nossos guias ao longo dos passeios pela Plaza de Armas e arredores. O que pudemos ver também é que os peruanos valorizam muito a sua cultura e contam ela com muito orgulho.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos do Peru rolando por lá!

Viagem realizada em Agosto de 2014.

LEIA MAIS:
Peru: um país que é muito mais do que esperávamos!
Peru: que moeda levar?
Peru: De Puno a Cusco em ônibus turístico

Posted in AMERICA DO SUL, CUSCO, PERU and tagged , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *