Mato Grosso: Bom Jardim /Nobres – Bóia Cross no Duto do Quebó

Depois de uma manhã relaxante e sem pressa no Refúgio da Água Azul, fomos até o Recanto Ecológico da Lagoa Azul para almoçarmos. Como que já mencionei em outro texto, lá é o local com melhor opção de almoço em Bom Jardim, principalmente, nesse horário em que chegamos, bem próximo ao meio dia. Tudo estava bem fresquinho e saboroso, mas não tivemos muito tempo para descansar após o almoço.

Nossa segunda atividade do dia era, até onde nós imaginávamos, de emoção e um pouco longe de onde estávamos, por isso, logo partimos.

O Duto do Quebó fica no Setor Cerquinha, que é um local de difícil acesso, aproximadamente 35 km de estrada de terra desde o Recanto Ecológico da Lagoa Azul até lá. Como estava bastante quente, o que nós mais víamos durante o caminho era terra, mas eu imagino como deva ser o caminho na época de chuva: um lamaçal completo.

Boia_Cross_do_Duto-6

Como o local não é muito fácil de chegar, o mais indicado é ir companhado de um guia. Nesse passeio nós estávamos em 2 carros e o Sr. Natanael, guia da Roma Turismo, empresa com quem fechamos todos os nossos passeios da região, foi no primeiro carro e nós fomos logo atrás. Acredito que nós levamos algo em torno de 1 hora para chegar até o local.

Boia_Cross_do_Duto-8

Boia_Cross_do_Duto-7

Boia Cross no Duto do Quebó
O circuito do boia-cross tem aproximadamente 1.800 metros de descida e fica, como o próprio nome já diz, no Duto do Quebó. A primeira coisa que fizemos quando chegamos na propriedade do boia cross foi pegar os equipamentos de segurança: colete, sandálias e capacete. Com eles, cada um de nós pegou sua boia e desceu pelo caminho indicado. Na beira do rio, a guia do local nos mostrou como descer.

Para ser sincera, quando ela entrou no rio que vimos que a água batia um pouco acima do joelho dela pensamos que aquele passeio não ia ser de tanta aventura assim. E, na verdade, conversando com a guia ela nos contou que na época de seca, período em que fomos, o rio fica bastante raso e o passeio é mais contemplativo. Apesar de que em alguns trechos a correnteza é bem forte e o passeio ganha até uma emoção maior.

Contudo, há sim um momento de mais emoção, quando cruzamos a gruta do Duto do Quebó. Nesse momento, a guia parou sua boia, fez com que o nosso pequeno grupo de 6 pessoas se juntasse. Todos deviam segurar as boias uns dos outros.

Aluguel de carro

Assim que entramos na gruta pudemos entender a necessidade de ficarmos juntos. Lá dentro, não é possível enxergar um palmo adiante dos olhos. A guia tinha uma lanterna com a qual ela ia nos mostrando os inúmeros morcegos que ali habitavam. Passeamos por entre eles até que a luz aparecesse no outro lado do túnel, num percurso de quase 300 metros.

Depois da descida finalizada, encontramos com uma van que foi nos pegar no fim do percurso e fomos todos para o local de onde partirmos.Caso você queira fazer esse passeio com mais emoção, segunda a guia do local, é aconselhável ir em época de chuva. Nesse período, o rio vai estar mais cheio e com correntezas mais fortes. Mas nós, sinceramente, não sabemos se arriscaríamos todos os demais passeios por conta de um só.

* O blog Por aí e Por aqui recebeu apoio da Roma Turismo com tarifas diferenciadas. A parceria foi realizada, mas a opinião expressa no relato é pessoal e de acordo com a experiência proporcionada pelo trabalho da agência.*

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Dados Financeiros:
Boia Cross: R$ 60,00 por pessoa.

Viagem realizada em Junho de 2015.

LEIA MAIS:
Mato Grosso: Bom Jardim/Nobres – Lagoa das Araras
Mato Grosso: Bom Jardim/Nobres – Opções de Alimentação
Mato Grosso: Bom Jardim/Nobres – Flutuação no Rio Triste

Posted in AMERICA DO SUL, AVENTURA, BOM JARDIM / NOBRES, BRASIL, MATO GROSSO and tagged , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *