Pernambuco: uma viagem dois destinos e mais algumas paradas

Sempre que alguém pedia indicação de destino no Nordeste eu, sem pensar duas vezes, falava que o meu queridinho era o Morro de São Paulo, na Bahia. Mas depois da nossa última viagem, acho que eu não vou poder mais ser tão decidida assim!

Em setembro deste ano, estivemos no estado de Pernambuco. Foram duas semanas de muitas praias, águas azuis de encantar, areias limpinhas, praias quase desertas, nados com tartarugas, tubarões, arraias e outros seres marinhos! Ah, teve também um passeio de barco com muitos golfinhos!

Agora, vocês entendem minha nova dúvida, né?

Primeira Parada: Fernando de Noronha.
Diferente de muitas pessoas, Noronha não era um destino que estava na nossa bucket list, pelo menos não há muito tempo. A vontade de conhecer esse lugar, denominado por muitos como paraíso, surgiu depois que nos apaixonamos pelos mergulhos de cilindro. Então, resolvemos juntar duas paixões (mergulhar e viajar) em um único destino: Fernando de Noronha. Não poderia ter dado mais certo.

trilha_do_atalaia_longa_Fenando_de_Noronha-8

Fernando de Noronha conta com 21 ilhas e está localizado no Oceano Atlântico, a 525 km de Recife e 350 km de Natal. Conforme aprendemos com os muitos guias com quem passeamos por lá, Fernando de Noronha está mais próximo da África do que de São Paulo. As belezas naturais de Noronha tornam o lugar um dos mais especias de nosso país, com suas águas cristalinas, rica vida marinha e paisagens espetaculares. Em Noronha, existe um mirante conhecido como “Ai, meu Deus!” e realmente não tem melhor definição para o local.

Aluguel de carro

Nós ficamos 8 dias na ilha, incluindo chegada e saída e achamos, que para nós, foi tempo suficiente para uma primeira viagem ao local e também porque na semana seguinte passamos mais alguns dias em um outro destino de praia.

trilha_do_atalaia_longa_Fenando_de_Noronha-33

Fernando de Noronha é um ótimo destino para qualquer tipo de viajante. Há atividades para os que desejam praticar esportes aquáticos quanto terrestres e também para os que desejam ficar apenas relaxando nas praias classificadas como as mais bonitas do Brasil pelo Guia Quatro Rodas Praia.

Contudo, visitar o paraíso tem um preço e não é dos mais baratos. Como dizem por aí, em Noronha a a gente paga taxa até para respirar. E eu confesso que não acho tão errado assim, afinal, são por conta dessas taxas que o local tem um bom controle de visitantes e, dessa forma, consegue manter a preservação marinha e da flora. Além disso, as hospedagens e alimentação também tem um preço acima da média, o que é explicado a toda dinâmica e taxas atribuídas para que tudo entre na ilha. Mas eu posso garantir a vocês que Fernando de Noronha vale o preço.

Segunda Parada: Porto de Galinhas
Depois de 8 dias em Fernando de Noronha, aproveitamos a nossa passagem por Pernambuco e decidimos ficar mais 8 dias em Porto de Galinhas.

Maragogi_Alagoas_Recife-10

Porto de Galinhas nos conquistou por suas fotos de águas bastante cristalinas, marés baixas e muitos peixinhos. E para nossa sorte, não fomos enganados em nenhum momento, afinal, quando chegamos lá, vimos tudo e mais um pouco do que as fotos nos mostraram. Chegamos em Porto de Galinha numa semana de maré bem baixa (0.0) o que fez com que pudêssemos caminhar e caminhar muito pelas areias até chegarmos ao mar.

Segundo nossos guias em Porto de Galinhas, há vinte anos atrás o local era apenas mais uma vila de pescadores ao final de uma estrada de terra com uma praia cheia de palmeiras e algumas casas de veraneio. Apesar de hoje, o local ser uma das praias mais procuradas pelos turistas, nós achamos que a pequena vila, onde se encontram as muitas lojas de artesanatos e restaurantes, mantém esse clima de pequena vila, pelo menos para nós que fomos fora da alta temporada.

Ponta_Ponta_Porto_de_Galinhas-4

O seu nome vem do período entre 1853 e 1888. Nessa época, o tráfico de escravos já era proibido no Brasil, mas não a escravidão em si. Então, muitos navios ancoravam em Porto de Galinhas cheios de caixotes com galinhas para disfarçar o tráfico humano. Há uma pequena trilha que poderia levar os viajantes a reviver o caminho feito pelos escravos, mas a estrada não tem sofrido manutenção, então, não pudemos conhecer.Para adiantar um pouco do que virá nos próximos muitos posts sobre esses dois destinos. Nós diríamos que se você desejar fazer todos os passeios de Porto de Galinhas com calma, descansando, relaxando, aproveitando o lugar e sua beleza e incluindo um dia de city tour em Recife e Olinda e mais um dia em Maragogi, sete dias inteiros são o ideal. Agora, se você não dispuser dessa quantidade de dias, pode ficar de olho em nossos posts. Neles faremos relatos de todos os passeios com muitas fotos para vocês descobri quais lugares te encantam mais e ai montar seu próprio roteiro.

Que tal seguir a gente no Instagram tem muitas fotos rolando por lá!

Viagem realizada em Setembro de 2015.

Posted in AMERICA DO SUL, BRASIL, FERNANDO DE NORONHA, OLINDA, PERNAMBUCO, PORTO DE GALINHAS, RECIFE and tagged , , , , , , , .
Tatiane Dias

Tatiane Dias

A cada dia me desapego mais e mais de bens materiais. A vida nos mostra que mais importante que ter é viver. Por isso, cada brecha que temos já começo a pensar em algum lugar pra ir seja no Rio ou fora dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *